Total de visualizações de página

domingo, 1 de maio de 2011

Enfim...

Sempre que podiam, Marianna e Dinho se encontravam. Apesar dos horários apertados de trabalho de ambos.

Um dia convidei Marianna, para ir na casa de nossos pais. Nossa mãe faz aniversário um dia depois do pai de Marianna (outra coincidência).

- Marianna, no próximo domingo é o aniversário da Mamãe, você quer ir conosco na casa dela?

- Vamos sim Bia, apesar de que o Dinho vai estar lá e você sabe como é...

- Como assim?

- Nós estamos ficando, há uns dois meses e...

- Marianna, o Dinho é muito enrolado, pior que linha em carretel. Ele é o único irmão que nunca levou uma moça até a casa de Mamãe e não a apresentou como namorada. Ele é muito tímido.

O domingo chegou e fomos todos: Eu, Lau, nossa filha, Marianna e o filho dela.

Ela conheceu então toda a família, Papai, Mamãe, todos os irmãos e esposas, sobrinhas. Isso porque só nascem meninas. Somos oito irmãos e todos tiveram filhas meninas, sete netas ao todo. A casa da Mamãe, deveria se chamar: "A casa das sete meninas".

- Deve ser bom ter uma família assim grande. Todos reunidos domingo. Falou pensativa Marianna.

- Não se engane, tem sempre uma cunhada, que fica de olho, quando a outra compra algo. Tem fofoca como em toda a família. Respondi.

- A minha mãe destruiu nossa família, jogando irmão contra irmão. Depois que me divorciei então, sou a ovelha negra, que nem vai mais à igreja, que nem comungar pode mais. Respondeu Marianna.

Finalmente Marianna conheceu o tão famoso estúdio dos meus irmãos. Lá dentro, isolamento acústico, um pequeno palco, um computador de última geração, com um programa de música. Todos os instrumentos: guitarra, baixo, bateria, teclado.

Dinho estava trabalhando. No estúdio estavam Cristiano e Flávio, que insitiram para que Marianna subisse no palco. Marianna então se aventurou a pegar o microfone. No fundo, seu grande sonho, foi ter uma banda de Rock. O sonho de oito em cada dez adolescentes. Mas, Marianna não era mais uma adolescente, ela tinha 24 anos naquele ano de 2002.

- Ei Marianna, canta alguma coisa para nós. Eu toco a guitarra. Falou Cristiano.

- Eu sou muito desafinada. Respondeu Marianna.

- Pode ser qualquer coisa. Deixa que da bateria cuido eu. Continuou Flávio.

- Tudo bem, só um pouquinho, vocês sabem tocar Losing my Religion, do R.E.M?

O som dos instrumentos, encheu o estúdio. Marianna então cantou:

"Oh, life is bigger
It's bigger than you
And you are not me
The lengths that I will go to
The distance in your eyes
Oh, no I've said too much
I set it up"



Nesse instante Dinho chegou e ficou vendo Marianna, do outro lado do vidro do estúdio. Então ela parou de cantar.

- Não pare só porque eu cheguei.

- Não dá, eu sou muito desafinada.

- Para isso dá-se um jeito. O importante é que você tem ritmo.

Quando percebeu, estava sozinha no estúdio com Dinho, ou outros saíram sem que ela percebesse.

- Você está linda Marianna.

- Obrigada.

Dinho trancou a porta do estúdio e olhou para Marianna com um olhar divertido. Pouco tempo depois, os dois estavam rolando no chão do estúdio, perdidos no meio de tantos fios e instrumentos.

- Não Dinho, aqui não.

- Por quê?

- Porque estamos na casa dos seus pais, porque é a primeira vez que venho aqui e porque meu filho está lá embaixo. E porque para alguém tímido, você está querendo ir longe demais.

- O Bruce está brincando com minhas sobrinhas, todos estão se divertindo. Eu sou tímido, não sou louco de não ficar com você vendo-a tão linda assim, tão perto de mim.

Dinho insistiu mais um pouco, com uma habilidade surpreendente, ele desabotoou o jeans que Marianna usava. Seus beijos deixaram Marianna sem fôlego, ele tirou sua blusa e beijou todo seu corpo. Marianna tirou a camisa de Dinho. A vontade dos dois era tamanha que nada nem ninguém, seria capaz de interromper aquele instante. Dinho tocou os seios de Marianna, que estremeceu. Com uma ousadia, uma força que parecia que vinha de fora dele, ele possuiu Marianna, ali chão do estúdio.



42 comentários:

  1. É! A coisa começa a esquentar...

    Mudanças sempre são bem vindas e eu acho que Marianna precisava disso. Acredito que faça bem a ela e torço por isso.

    Beijo, Bia!

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaah *-* gostei tanto que vou continuar lendo o resto. e sempre que puder vou passar pra saber mais sobre a historia de Marianna *-* parabéns

    ResponderExcluir
  3. O post me fez recordar de uma música.
    As mudanças fazem parte e são necessárias na nossa vida, embora algumas são boas e outras ruins.

    ResponderExcluir
  4. Eita! Espero que não tenham estragado os instrumentos nem feito lambança no carpete!!!
    Foi um momento de amor físico e musical!

    ResponderExcluir
  5. Uau!
    O clima esquentou mesmo... Agora é esperar para ver o que vai acontecer.

    Agora... Amooo Losing My Religion!
    Vou ouvir agora!

    ;D

    ResponderExcluir
  6. Que isso eih! Dinho safado HSUSHUSHSUSHUS

    ResponderExcluir
  7. marianna
    quando entram os amigos virtuais nas historias? :d

    ResponderExcluir
  8. kkk essa foi boa Macaco Pipi...

    No dia em que eles deixarem de ser virtuais e se tornarem reais, palpáveis...

    Prá isso tenho que deixar Minas e ir para o Rio, Sampa, Cachoeiro do Itapemirim, Barretos, Salvador e dar um 'pulinho' em São Luis do Maranhão

    ResponderExcluir
  9. Humm... legal. Não sei se foi verídico ou fictício, mas, ficou divertido, rs.
    Parabéns pelo blog!
    http://critico-estado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post, gostei da história

    ResponderExcluir
  11. Esse Dinho é o cara!

    www.tuneldotempo.org

    ResponderExcluir
  12. seus textos são muito grandes, mas não são cansativos devido a incrivel forma que vc escreve

    parabéns e sucesso

    ah, eu amo losing my religion, me deu até vontade de ouvir

    ResponderExcluir
  13. Muito bom... tenho acompanhado a história... agora deu uma esquentada, tá ficando melhor ainda rsrsrsrs é como se fosse um livro, que venho ler, cada vez mais interessante
    Até mais!

    ResponderExcluir
  14. Gostaria de saber mais sobre os dotes artísticos de Marianna.


    REM tá bombando no inconsciente coletivo da galera, das pessoas brilhosas e felizes.

    ResponderExcluir
  15. Legal o texto. É o M. Stype de anjo?
    Timidez é legal, mas pode nos impedir de fazer coisas mais legais ainda.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  16. Sempre quis ter familia grande u.u

    E adoro a música *-*

    ResponderExcluir
  17. Mudanças são sempre bem vindas desde que sejam para melhoras nosso eu!
    que seja assim para a Marianna.

    ResponderExcluir
  18. Bia.. Desculpa ter sumido... Estou sem PC, meu blog esta temporariamente inativo! Mil perdões! Sinto falta de seus textos e seus comentarios puros!
    Em breve estarei devolta! ^^
    Cuida bem da Mari...
    Bju

    ResponderExcluir
  19. ahhhhh eskeci de comentar o texto... Dinho é um timido safado..kkkkkk... Adorei ele! Muito melhor do que aquele ex mascarado! \o/
    Pega elllleeee maaariiiiii! ^^

    ResponderExcluir
  20. Tô vendo, tem um mês que não atualiza ele...

    Aguardando seu retorno, amigo blogueiro...

    ResponderExcluir
  21. Que Dinho é esse, hem? UAHAUHA
    Adorei o blog! Pena que não li tudo hm
    Mas vou tirar um tempo pra ler a história toda! Parabens, escreves bem!

    ResponderExcluir
  22. mariana tem uma vida apaixonante :D

    ResponderExcluir
  23. é uma história legal... Acho que vou começar a acompanhar ;*

    ResponderExcluir
  24. O interessenta numa história, é o poder que ela tem de nos conduzir através do nosso imaginario, e a Mariana nos leva nas suas andanças. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  25. Não sei porquê, mas eu desconfiava que ia ter barulho no estúdio com isolamento acústico.
    Essas previsibilidades de ousadias realmente são muito instigantes. É a pimenta que falta naquele molho de tomate, para incrementar e deixar ainda mais gostosa a macarronada.


    Venha conhecer DEZESSEIS em
    www.meioameioblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Interessante

    "Apreciamos em outros, aquilo que nos falta"

    É o caso comigo e as leituras que aqui faço...


    Tem dois ou tres textos novos no meu blog
    Dê uma passada

    http://ocadaverpoetico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Você vê como as pessoas já estão ficando ligadas com os personagens? Você devia escrever um livro! Juntar todos esses Posts e escrever um livro! Bom Blog! Sucesso! Visita e comenta o meu aí: http://pireloko.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  28. já está na hora de escrever um romance, Bia; Bj

    ResponderExcluir
  29. Gostei! Gostei! Agora espero a sequência!!!

    ResponderExcluir
  30. Amo losing my religion hehe.
    Como sempre seu blog dando um show em Bia !!

    Aguardando seu retorno meu anjo.

    http://analisedegames.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. opa! super intenso! ahhuaah
    Muito bem detalhado , gostei
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. E o clima só esquentando hein ?
    Vou sempre dar uma passada pra acompanhar a história de mariana :)
    tem post novo lá nos :
    http://www.morangosazedos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. ola...nao sei s evc se liga nessas coisas..
    mas admiro muito seu blog...
    tem um selinho pra vc la no meu..

    abraços..

    ResponderExcluir
  34. "Macaco Pipi disse...
    nossa que tarados
    AEHHAEHEA"

    Também achei.. hehehee

    Achei o clima intensidade total ae;; rs

    Mas esse Dinho é um heroi xD

    Abraço.

    ps: foi mal a demora.

    ResponderExcluir
  35. Olá bia,

    estou conhecendo teu espaço e achei muito bacana. Bem diferente do meu, mais no final, contamos nossos segredos mais íntimos, não é mesmo?

    Li algumas postagens e me vi em muita delas, kkkk

    Estou seguindo-te, mais de maneira privada, acho que meu perfil não combina com o publico que vi te seguir, então, caso deseje apagar este comentário que lhe deixo, pode fazê-lo, entenderei. No entanto, já sabes que lhe sigo e estarei presente por aqui...rs

    Seja bem vinda no meu blog, será um prazer.

    Beijos carinhosos,

    Tattourouge

    ResponderExcluir
  36. Que quenteee!! *----*
    Adorei a descrição dessa pegação toda acontecendo.


    ps: ainda pego meu guitarrista num estúdio. Depois dessa, deu vontade.

    ResponderExcluir