Total de visualizações de página

domingo, 8 de maio de 2011

Novas descobertas

O ano era 2002. Marianna adorava a companhia de Dinho. Ele sempre foi muito divertido, contando piada e fazendo Marianna rir sempre. Muito mais que um envolvimento sexual, havia uma amizade muito bonita entre eles. 

Marianna seria capaz de ficar horas, ouvindo Dinho tocar violão para ela. Ele tocava e ela cantava, desafinada mas cantava. Ela sempre teve um conhecimento musical invejável, era difícil ouvir uma música que ela não conhecia, sabia sempre as letras das músicas todas, sem errar uma vírgula.

- Toca uma do Led prá mim Dinho.

- Qual você quer ouvir?

- Kashmir, você sabe tocá-la.

- Essa música é muito difícil mas vou tentar.

- E você sabe cantar ela toda?

- Vai tocando aí Dinho, que eu vou tentar:


"Oh, let the sun beat down upon my face
Stars to fill my dream
I am a traveler of both time and space
To be where I have been

To sit with elders of the gentle race
This world has seldom seen
They talk of days for which they sit and wait
When all will be revealed"


Marianna e Dinho nunca oficializaram o namoro. Não que Marianna não quisesse, Dinho é quem não queria. Ele tinha outras prioridades, que eram reformar a casa de Mamãe e montar uma empresa com nossos irmãos.
Marianna seria sempre minha ex-futura-cunhada.

Depois de um tempo ela se cansou da indecisão de Dinho e resolveu partir para outra. Como eles não eram namorados, nem nada, simplesmente ela parou de ligar.

Um dia na empresa onde trabalhava, Marianna conheceu uma recepcionista de nome Laura. Essa moça intrigava Marianna com um certo ar de mistério.

Um dia Marianna resolveu conversar com ela.

- Qual a sua religião?

- Na verdade eu sigo uma Arte.

- Arte, como assim?

- Wicca, já ouviu falar?

- Somente nos livros de Paulo Coelho.

- Eu participo de um Coven, se um dia você quiser conhecer, será bem vinda.

Marianna resolveu conhecer o "tal" Coven, do qual ela não fazia a menor ideia do que seria.  A Sacerdotisa Mestre do Coven era linda: Cabelos pretos e longos, uma verdadeira Bruxa dos tempos modernos. Marianna participou de várias reuniões, leu vários livros sobre a Grande Mãe e o Deus Cornífero.


Descobriu que a maioria das pessoas que frequentavam esse lugar (nem todas, é claro) iam por causa do "Status" de serem chamados de "Bruxos". Marianna jamais usou um pentagrama ou qualquer outro objeto que a pudesse identificá-la como uma Bruxa, Marianna jamais se considerou uma.



A primeira e única Lição que Marianna aprendeu, foi sobre a Lei Tríplice. Qualquer coisa que ela fizesse para outras pessoas, voltaria para ela três vezes mais forte. 

Marianna viajou para um lindo sítio onde participou do Ritual das Fadas. Cantou em volta da fogueira. A milenar fogueira, onde tantas pessoas morreram na época da inquisição. E viu coisas inacreditáveis.

Quando Dinho soube que Marianna estava participando do Coven, ele correu atrás dela. Ligava, convidando-a para sair. Ia na casa dela, com a desculpa de pegar algum CD emprestado. 

Marianna percebeu o súbito interesse de Dinho, mas não deu o braço a torcer. Afinal ela era a mesma, o fato de participar de um Coven, não lhe conferia poderes paranormais da noite para o dia. 

33 comentários:

  1. Esse Dinho tá enrolando a Marianna ou a natureza da relação é essa mesma.

    Essa Marianna muito loucona, adoro ela.

    Quero o http://phebbo.blogspot.com/ aqui >>>>>>>>>

    ResponderExcluir
  2. Wicca?! Começo a gostar ainda mais dessa história... - rsrsrs

    Esperando o próximo capítulo!

    Beijo, Bia!

    ResponderExcluir
  3. humm
    tempos de descobertas sempre são bons!

    ResponderExcluir
  4. TEM UM SELO NO MEU BLOG PRA VC. VAI LÁ PEGAR.

    http://www.thebigdogtales.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Belíssima narração...
    Um história muito bem contada...
    Essa Marianna é doida d+
    rs
    Abraços
    Verdelone
    CIA DOS BOTECOS - www.ciadosbotecos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Poxa, muuuito bom!
    Adorei a citação do Led Zeppelin :D

    ResponderExcluir
  7. Essa história tá cada vez mais envolve e surreal!

    http://www.papel40kg.com/

    ResponderExcluir
  8. nuss muito bom asssim que eu gosto de ler uma historia daquelas de quanto mais lê mais se quer saber ^^ parabêns

    ResponderExcluir
  9. adoro essas colocações que você faz nos seus texto, acho super diferente e inovador.

    ResponderExcluir
  10. hum,que legal essa historia !!
    sempre é assim, depois que perde que quer vim de volta, tomara que ela nao fique com o dinho *má, kkkkkkkkkkkkkk bjssss

    ResponderExcluir
  11. Essa semana ouvi muito Led e até "casei" uma imagem com um texto no meu blog, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Descobrir algo é sempre fascinante.

    Adorei

    http://homem20.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. será que o dinho era bruxo e por isso ficou animadinho quando soube que marianna tava embruxando também?

    ResponderExcluir
  14. Vixxi que texto maneiro... só que é meio sinistro...

    ResponderExcluir
  15. Retribuindo visita fiquei fã, que lindo tudo aqui!

    ResponderExcluir
  16. sera que o dinho ficou interessado pela bruxa mariana? bem, amei a narração ;)

    ResponderExcluir
  17. poxa pq ela desistiu da indecisão do dinho... gente não pode... qto mais desistimos das pessoas mais desistimos de nós, no caso da marianna da própria possível felicidade... vamos esperar no q dá! bjs... tá show

    ResponderExcluir
  18. Ah o Led Zeppelin, a maior banda que o planeta já viu passar.

    ResponderExcluir
  19. parece ser bem envolvente a historia, parabéns.

    ResponderExcluir
  20. Mas... ele foi atras dela pq?
    Será q ela fez bruxaria pra ele?
    rsrsrsrs
    Aguardando mais um capitulo...

    ResponderExcluir
  21. Se Bruxaria funcionasse, Marianna já teria ganho na mega-sena...

    ResponderExcluir
  22. led foi foda kkk
    muito criativo e dinamico o post
    adorei a historia

    o nome do blog é muito bom kkk


    http://algopoetico.blogspot.com/
    passa la

    ResponderExcluir
  23. Mariana é uma mulher que vive a vida, procurando viver o presente de maneira intensa, é o que percebo nela. Um carinhoso e fraternal abraço. Tenha um otimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  24. Rock'n'roll, bruxaria, ocultismo. Sempre haverá uma ligação, e o amor talvez não seja diferente.

    http://duo-postal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. VOLTANDO DE NOVO PARA O BLOG DA BRUXINHA MAIS FREQUENTADORA DA TOCA DO LOBISOMEM...

    ESSA MARIANNA ME DEIXOU COM EXCITADO COM ESSA HISTÓRIA DE WICCA. MEUS PÊLOS FICARAM ERIÇADOS. VOU ESCREVER ALGO RELACIONADO COM BRUXARIA.

    http://thebigdogtales.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Essa coisa de não querer oficializar o namoror pode ser perigosa, a gente pode não saber se é por que não pode ou pq não quer msmo.

    ResponderExcluir
  27. Kashmir, aí sim hein!! Amo Led.=D
    E muito bacana ela não ser mais um rótulo wiccano como muitos que eu conheço por aeh. =)

    ResponderExcluir