Total de visualizações de página

domingo, 13 de março de 2011

Eubiose

Marianna ficou no Cruzeiro até o pôr-do-sol. Um espetáculo lindo, que por mais que Marianna viaje e conheça outros lugares, nenhum pôr-do-sol jamais será tão belo, quanto o pôr-do-sol de São Thomé das Letras. 



- Eu li um livro uma vez, que dizia que quando o sol toca no horizonte devemos fazer uma oração. Falou Patrícia.

- Então cada um, no seu íntimo faça sua oração. Falou Argeu.

Marianna agradeceu a Deus pelo lindo pôr-do-sol e a chance de conhecer pessoas com a cabeça tão aberta, agradeceu por ser mãe de um bebê tão lindo e saudável feito Bruce e pediu que um novo amor viesse, ele poderia demorar, mais que viesse um dia.

Assim que a noite chegou, Marianna foi dormir. Combinou com Patrícia, Valéria e Argeu, que no dia seguinte iriam todos na Cachoeira da Eubiose. César não apareceu, mas Marianna não se preocupou, ele deveria ter um bom motivo para não ter aparecido.

No dia seguinte, Marianna levantou bem cedo, tomou um banho, pegou a velha máquina fotográfica e foi tomar seu café. Ela estava comendo um pedaço de uma broa de fubá, quando foi surpreendida por Argeu, que foi entrando na Pousada:

- Vamos  logo para a Cachoeira da Eubiose, Marianna. Falou Argeu.

- Mas eu não estou atrasada. Nem é oito horas ainda. Respondeu Marianna.

- Quanto mais cedo, melhor. Patrícia e Valéria estão te esperando lá fora.

Marianna voltou até o quarto para escovar os dentes e saiu.

Pelo caminho foi conversando com Argeu e as meninas:

- Porque o nome da Cachoeira é Eubiose? Perguntou Marianna.

- É por causa da Sociedade Brasileira da Eubiose, que é proprietária da área no entorno desse local. Eubiose significa a condição de viver bem. Respondeu Argeu. 

- Você vive de quê aqui Argeu? Perguntou Marianna

- Eu vivo de aluguel das casas, que alugo para os turistas. Respondeu Argeu.

- Bem que eu queria morar aqui. Mas infelizmente não posso largar tudo: meu emprego, minha família e vir definitivamente. Falou Marianna.

- Eu vejo muitos jovens como você Marianna, que vêm para passar apenas o fim de semana ou um feriado prolongado qualquer. Geralmente vêm com a grana contada para a hospedagem e a comida. No domingo, eles ligam desesperados para os pais dizendo que precisam de mais dinheiro, para ficarem mais uns dias. Uns não voltam para casa nunca mais. Falou Argeu.

- Acho que o que atrai todo mundo é essa energia tão boa. Falou Valéria, tropeçando nas pedras.

- Todo mundo aqui tem uma cara boa, as pessoas nos olham nos olhos, sorriem prá gente, mesmo sem conhecer. Falou Patrícia.

- Foi por isso que eu vim e fiquei. Falou Argeu.

Depois de caminharem por um longo trecho a pé, eles saíram da estrada principal e entraram em uma pequena trilha cercada de vegetação por todos os lados. Argeu ia na frente, pois conhecia a forma mais fácil de chegar. O caminho era estreito e o mato alto. Na medida em que iam entrando, o barulho da água ia ficando mais forte. Depois de mais de cinco minutos Marianna finalmente avistou a cachoeira.



A água descia suave e o barulho da água caindo era muito bom. Depois de toda caminhada as roupas grudando no corpo de tanto suor. Marianna, Patrícia e Valéria não resistiram e entraram na água. Afinal elas não tinham andado tanto por nada.



Fria. A água estava fria e gelada. Uma bela forma de curar a ressaca da pinga da "bruxa". A água lavava a alma de Marianna e levava consigo todas as frustrações e as angústias, pelas quais ela tinha passado há tão pouco tempo.

Depois de se fartarem nas águas da Eubiose, os quatro saíram e foram até o Bar, na entrada da Cachoeira. Marianna notou que próximo de cada cachoeira há um bar, uma forma de aproveitar o potencial turístico do lugar.

Sentaram-se e pediram uma cerveja, ainda não era nem dez horas da manhã e eles já estavam bebendo. Marianna se impressionou com a quantidade de garrafas de pinga espalhadas no bar.

- É nesse bar que fabricam a tão famosa pinga da "Bruxa". Falou Argeu.

- A da Bruxa é a que saí mais, mas temos outras tantas pingas boas. Tem pinga com pétalas de rosas. Falou o dono do bar.

- Eu quero experimentar todas. Falou Patrícia.

- Eu vou querer levar duas garrafas dessas, o senhor não tem um sonzinho aí não moço? Falou Marianna.

- Tenho sim. Respondeu o Dono do Bar.

- Então o senhor poderia fazer o favor de colocar esse CD aqui. Falou Marianna tirando um CD de dentro da bolsa.

- Claro que sim. O que tem aqui? Perguntou o dono do bar.

- A primeira música chama-se Iron Man é da banda Black Sabbath. O cara que está cantando chama-se Ronnie James Dio, ou apenas Dio. Falou Marianna.


- Quer dizer então que você é roqueira Marianna? Falou Argeu.

- O rock está no meu sangue. Brincou Marianna.

A voz de Dio encheu o Bar da Cachoeira da Eubiose. Marianna acendeu um cigarro de palha e bebeu a pinga da "Bruxa".

Cada dia em São Thomé das Letras era único.

47 comentários:

  1. Nossa você escreve muito bem, adorei a parte narrativa.

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito vem muita coisa nova por aí! Mariana começa a se enturmar e a gostar do local; isso é bom, aponta mais possibilidades. Mudanças!
    Mais um bom capítulo, como todos os demais.

    ResponderExcluir
  3. Hm...

    Continua interessante.
    Não estou acostumado com a simplicidade, esse texto resume esse adjetivo em suas palavras

    ResponderExcluir
  4. Ai que saudade da pinga da bruxa !!!!!!


    Deu vontade de entrar em uma cachoeira agora !


    Estou gostando desse lance de vc usar suas fotos e as peculiaridades de São tomé pra contar estas historias !

    Unico ......deve ter muita biografia ai !


    Atualiza que to sempre voltando !

    http://universovonserran.blogspot.com

    te vejo lé no Cronicas !

    ResponderExcluir
  5. nada melhor que fazer trilha e esquecer o mundo um pouco.

    adorei o texto, simples e prática.

    www.becodaspalavras.com

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do texto,acabei de ler e agora vou escutar Iron Man,deu vontade!
    Ai tá o meu blog,pra quem quiser dá uma visitada!!!
    http://www.livrementepresos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Me deu vontade de viajar. uahsausha

    http://boomnaweb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Deu vontade de ir até um lugar assim. É duro ter de se contentar coma realidade chata e entediante, obrigada pro em lembrar que ainda existem as "realidades alternativas"

    ResponderExcluir
  9. Que coisa boa hiem...

    Cachoeira, bar, pinga, black Sabbath

    Muito bom Bia...
    Quero mais. Saber o que Mariana anda fazendo.
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  10. ola passando aqui pra dizer que seu blog tá adorei seu trabalho e virei seu seguidor se quiser seguir o meu agradeço
    abraçoss e sucesso na vida!!!
    http://audienciadatvrealtimes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. muiot lindo!parabens!


    Sou cantor e estou divulgando meu trabalho atraz do blog!
    http://edducamargo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Bom ver ela cercada de pessoas melhores...
    A vida devia ser aproveitada como cada dia fosse único, em qualquer lugar do mundo!

    Mais um belo capítulo!

    ;D

    ResponderExcluir
  13. adorei esse p variar ... huashuas adorei msm... parabéns...
    bjs

    ResponderExcluir
  14. ótimo texto
    bom blog
    parabéns
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Muito Interessante, eu gostei da história, do seu blog. Achei muito bom. Ta de parabéns

    ResponderExcluir
  16. Bem interessante a história, e bom saber que ela está conseguindo progredir tendo envolta de si pessoas boas.

    ResponderExcluir
  17. Nossa, não lia esse blog há tempos...
    agora Marianna em até filho!?
    E a perseguição lésbica, parou!?hehehe
    sucesso pra vc!

    ResponderExcluir
  18. Ana, nunca houve perseguição alguma...

    O que sempre aconteceu foi falta de diálogo, autoritarismo e mentiras sempre...

    ResponderExcluir
  19. Pelo que percebo isso aqui é quase um livro, né?
    muito bom, você tem potencial.
    A narrativa está otima e voltarei mais vezes para acompanahr.

    ResponderExcluir
  20. Parabens pela Crônica, muito boa mesmo temos um novo Sabino por ai, brincadeiras aparte gostei mesmo. Outra coisa esse lugar existe mesmo ou é ficticio??
    http://ipirados.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Será que Marianna ficará na cidade? Não perca os próximos capítulos... :)

    Adorei seu novo layout... ficou melhor até para a leitura...

    ResponderExcluir
  22. Existe sim, olha as fotos que Marianna tirou para provar...

    Procure no Google: São Thomé das Letras...

    ResponderExcluir
  23. Um texto incrível.
    Como todos os outros que já li.
    Quando leio, e vejo as imagens, me imagino na própria história.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  24. vc escreve muito bem parabens

    http://www.papodebuteco.log7.net/
    comente la tmb ^^

    ResponderExcluir
  25. Ta ficando interessante essa história


    http://dedindeproza.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  26. Muito interessante a história, usar os personagens para mostrar um pouco de uma cidade e também suas fotos.
    Eu gostei.

    http://cerejas-envenenadas.blogspot.com/
    Visite-me por favor.

    ResponderExcluir
  27. Mais uma vez acompanhando os passos de Mariana e sua vida. É uma personagem forte e que nos prendem a história.
    Um grande abraço pra você. Sucesso para o seu blog, cada vez mais, é o meu desejo!

    ResponderExcluir
  28. gostei mesmo foi das fotos das cachoeiras aushdua bem loko
    http://xhdgamersx.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. bem legal o texto e curti as fotos :)
    http://eospensamentosvoam.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. me deu uma vontade de ir até esse lugar.

    ResponderExcluir
  31. Gisuis! Que saudade do mestre Dio!
    Dio, o gnomim, e são tomé das letras! chique pra dedéu!

    ResponderExcluir
  32. CARA... ESSA AVENTURA SÓ FALTAVA UM LOBISOMEM PRA SER PERFEITA. ADORO UMA PINGUINHA DA BRUXA AO SOM DO BLACK SABBATH, HEHEHEHE.

    ResponderExcluir
  33. Dio com certeza foi incrivel, uma perda muito grande para todo o Rock e principalmente o Heavy Metal que é onde Dio estava.

    R.I.P DIO

    Long Live Rock And Roll

    Parabéns pelo blog, podemos firmar uma parceria de trocas de links. abraços

    ResponderExcluir
  34. já comentei... parabéns pelo texto e essa cidade aí é mto bonita

    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. Me deu vontade de viajar 1+
    Parabéns pelo texto.
    http://garotasnasruas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. Eita coisa boa, tudo em um so texto.

    ResponderExcluir
  37. Lugares lindos com pessoas especiais deve ser muito bom!!!!

    ResponderExcluir
  38. Viva la pinga, hermanos! RÁRÁ!

    Um dia viajo pra essa cidade.

    ResponderExcluir
  39. As imagens ajudam na compreensão do texto.

    ResponderExcluir
  40. acho que ja comentei em quase todos os sseus posts...sucesso!

    ResponderExcluir
  41. Bem suave, e delicado o seu texto, amei

    ResponderExcluir
  42. Quando eu souber o que é uma eubiose eu volto pra comentar!


    hUAHAHUHAUHAUAUHUH

    O melhor blog do meu .... Bairro !!!
    http://blogdocharque.blogspot.com/

    ResponderExcluir