Total de visualizações de página

segunda-feira, 7 de março de 2011

São Thomé das "Lendas"

Naquela noite, Marianna resolveu ir dormir. Primeiro porque estava cansada da viagem, depois porque queria acordar cedo no outro dia.
Antes porém, foi até um telefone público e ligou para casa de sua mãe, só para ter certeza que seu filho Bruce estava bem. Feito isso Marianna dormiu e sonhou com São Tomé das Letras, suas Lendas e suas cachoeiras.

No outro dia levantou-se bem cedo, tomou um café reforçado, com direito ao famoso pão-de-queijo mineiro e saiu. Seu destino: O Vale das borboletas.

Seguiu as placas e o guia turístico, que não saía mais de sua bolsa. Marianna caminhou sozinha por mais ou menos uma hora, ladeira abaixo, sentindo o vento batendo em seu rosto. Começou a cantar "Blowin' in the wind" do Bob Dylan. 


A volta é que ia ser triste, cheia de subida. Mas para que pensar na volta? Melhor mesmo era curtir a ida. Assim que saiu da estrada principal, Marianna caminhou e pôde aos poucos ouvir o barulho da cachoeira. Passou por um pequeno barzinho, construído de madeira, onde alguns turistas aproveitavam para comer e beber. Havia próximo ao local algumas vacas pastando. O barulho da cachoeira foi aumentando aos poucos, quando finalmente Marianna avistou a cachoeira.


Era muito mais linda, do que Marianna imaginou e valeu à pena toda a caminhada. Extasiada com tamanha beleza, Marianna tirou a roupa, pois estava usando um biquíni por baixo, não perdeu mais tempo e entrou na cachoeira, ficou embaixo da queda d'água por um bom tempo, sendo massageada pela mão invisível da natureza.

São Thomé das Letras é realmente uma cidade mágica e melhor ainda para ser vista em dias comuns, longe das férias e dos feriados prolongados. 

Depois de ficar na água até se cansar, Marianna vestiu sua roupa e resolveu voltar. Parou antes no barzinho de madeira e resolveu comprar um cigarro de palha. Havia muito tempo, que Marianna tinha parado de fumar. Mas ali, pensou que um cigarrinho de palha não faria mal algum. 

Comprou um cigarro e já estava saindo quando um jovem: moreno, cabelo cortado bem curtinho, brinco na orelha, camisa branca e de bermuda,  perguntou:

- Oi tudo bem? Perguntou o jovem

- Tudo bem, e você? Respondeu Marianna.

- Você é daqui? 

- Não só estou passeando, cheguei ontem.

- Você está sozinha?

- Estou. E pelo visto você não.

Havia mais dois rapazes e duas moças com o rapaz que interpelou Marianna. 

- Meu nome é César, esses são meus amigos. 

- Me chamo Marianna. Muito prazer.

- Nós somos de São Paulo, estamos acampados no Camping do Delei, vimos você passando, para ir na Cachoeira e resolvemos perguntar se você não gostaria de ir conosco na Gruta do Carimbado.

- A famosa Gruta que segundo conta a lenda, tem uma passagem secreta para Machu Pichuu? Perguntou Marianna.



- Essa mesma. Você quer ir conosco? Perguntou César.

- O que estamos esperando? Perguntou Marianna.

Os jovens passaram então por outro caminho. Assim, Marianna não teve que voltar sozinha, pela estrada em que passou para chegar ao Vale das Borboletas. Pelo caminho foram conversando. Marianna descobriu que os três rapazes estavam de férias. As duas moças não trabalhavam. 

Quando chegaram na entrada da Gruta, as moças, inclusive Marianna, não quiseram entrar. Não havia iluminação na gruta e os jovens levavam apenas uma lanterna. O ano era 2002. Hoje a Gruta encontra-se fechada pelo IBAMA. Mas naquele ano, a visitação ainda era permitida.

Ninguém nunca conseguiu chegar ao fim da Gruta. Segundo conta a lenda, civilizações antigas como a dos Incas, teriam desenvolvido uma passagem subterrânea para São Thomé da Letras.



O fato é que os jovens demoraram muito para voltar. As moças já estavam pensando em pedira ajuda, quando os três rapazes finalmente apareceram, sujos de barro.

- Deve ser por isso que a Gruta se chama Carimbado. Falou uma das moças.

- Ela carimbou todos vocês. Continuou Marianna.

- E você conseguiram chegar ao final? Perguntou a terceira.

- Nem as equipes de TV que estiveram aqui, com toda a aparelhagem, antes de nós conseguiu. Imagine a gente, só com essa laterninha. Falou um dos rapazes. 

- Mas como é lá? Perguntou Marianna.

- Escuro. E aos poucos a passagem vai diminuindo, o ar vai ficando pesado e então tivemos que voltar. Falou César. 

- Então vamos voltar para a cidade. Estou morta de fome. Falou Marianna. 

- Para voltarmos para o Camping, temos que passar pelo centro da cidade. Deixamos você lá Marianna e vamos tirar todo esse barro. Falou César. 

Assim que entraram na cidade, as pessoas na rua afirmavam:

- Aposto que vocês estavam na Gruta do Carimbado. Dizia um.

- Ei pessoal, conseguiram chegar até Machu Pichuu? Perguntava outro.

A turma deixou Marianna na entrada da Pousada Serra Branca.

- A gente pode se ver mais tarde? Perguntou César.

- Se você quiser, me encontre no Cruzeiro, para podermos ver o pôr-do-sol. Dizem que é lindo. Respondeu Marianna.

- Até mais então. 

- Até...

68 comentários:

  1. Qdo morava em São`Paulo fui passar um fim de semana em São Tomé das Letras. Cidade mística e pousadas aconchegantes.........

    abraços

    ResponderExcluir
  2. nossa eu já vi comentarios de lendas mais como essa naum heim

    ResponderExcluir
  3. Fiquei até com vontade de conhecer São thomé das letras...Adoro essas lendas *-*

    ResponderExcluir
  4. baaa, que maaaraaa, se pelas imagens o lugar é lindo, imagina pessoalmente :|
    adorei o post.
    Parabéns!


    www.paulinhabsilva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nóssa a gente viaja com essa Mariana viu, hahaha, muito bom!!!!

    ResponderExcluir
  6. A Mariana poderia me levar junta para essas viagens muito legais!!! Adorei!!!

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post muito interessante, fiquei curioso pra saber onde ia dá o fim dá gruta mais td bem, bjus.

    ResponderExcluir
  8. Adoro lugares cercados pela natureza, conheço muitos e vc até me inspirou a escrever sobre eles!
    beeijooss

    ResponderExcluir
  9. Sempre me falaram em São Thomé das Letras, mas nunca aguçaram a minha curiosidade como vc fez. Gostei. Seguindo ^^

    ResponderExcluir
  10. Muito bom esse texto, também já tinha ouvido falar mais nunca tinha chamado minha atenção...

    ResponderExcluir
  11. viajei sem sair de casa!!!
    amei as imagens *-*

    ResponderExcluir
  12. Cidadezinha encantada, com suas lendas e folclores. Letras e pedrinhas compondo a melodia de suas casinhas. Os pedras das fachadas das casas são as letras (gramáticas) de seus habitantes. Lindo! Abraços...

    ResponderExcluir
  13. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU SEGUINDO.
    ME SEGUE DE VOLTA?
    WWW.AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  14. Nossa otimo textos, e as imagens são incriveis *.*


    http://iliketeenworld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Adoro lugares que são lindos e ainda carregam uma história. Deu vontade de conhecer.

    ResponderExcluir
  16. Nao conheço...agora estou morrendo de vontade de conhecer...Natureza é td de bom, né?
    Beijos pra vc

    ResponderExcluir
  17. Lugar mto legal deve ser, queria irpra i. mt bom o post.

    http://www.bigodefedido.com/

    ResponderExcluir
  18. Machu Pichuu??????????????????????
    Pooooo*****a kkkkkkk
    Po, mas... Qual foi a moral da parada? A lenda não finaliza o destino deles?
    Será mesmo que a gruta levava a Machu Pichuu?
    Acabou aqui?

    Caso, não, passe em www.indoverso.blogspot.com e me diga quando postar o resto.

    Bjks, show de bola o blog


    Fuixxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  19. Perfeito, uma aula de história, geografia e rock and roll, adoro sua personagem ela é realmente incrivel.

    Parabéns e sucesso no blog

    ResponderExcluir
  20. Que post maravilhoso.
    As imagens estão ótimas.

    ResponderExcluir
  21. Bem Legale Interessante o Assunto

    http://downloadtudomaster.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. estas postagens estão dando mais vontade de conhecer são tomé das letras.
    se achar a passagem secreta também dá pra ir pra machu pichuu sem nem usar passaporte.

    ResponderExcluir
  23. Gostei das descrições,muito bem feitas.

    Passe lá no meu blog, tem contos e poesia, meio ultra-romantico...

    http://ocadaverpoetico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Muito legal. Já pensou se eles chegam em Machu Pichuu?! risos. Feliz dia das mulheres, bjs.

    ResponderExcluir
  25. Que maravilha de texto, que delícia de ler *-*

    ResponderExcluir
  26. Simplesmente, adorei.

    www.blogdaesfinge.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Não sabia dessa lenda... muito interessante... já pensou se for verdade??? mas acredito que deva levar para a cidade de ouro perdida :)

    ResponderExcluir
  28. aaaaah agora quero conhecer São Tomé =)
    adorei vou acompanhar a história toda
    bjs


    Se gosta de poesia ,fique a vontade =)
    http://www.blogger.com

    ResponderExcluir
  29. Mariana viajante e sociável... quero um dia ter tanta desenvoltura.

    Abraço! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Sim, é uma cidade de sonhos. Não me admira que a protagonista do seu conto tenha se aventurado nessa maravilha de lugar através das latências oníricas - o Morpheus das Letras... rs... Formidável seu estilo em associar guia turístico, roteiro de viagens, com a narrativa do gênero literário. Mais uma vez eu a saúdo! ótimo!

    ResponderExcluir
  31. Adorei parabéns pela história!
    =)

    ResponderExcluir
  32. Aventureira por demais essa Marianna.

    Chique por demais.

    Bj!

    ResponderExcluir
  33. lugares assim são de lavar a alma
    tem os mistérios
    a mística
    muito bom!

    seus textos trazem paz!

    ResponderExcluir
  34. Oi, estou adorando a história da Marianna esta se desenvolvendo muito bem. (:

    ResponderExcluir
  35. Se essa lenda da Gruta fosse real daria para dizer que é a mais longa do planeta. ...rsrsrs... Me fez lembrar de Senhor dos Anéis! Gandalf diz: "You Can Not Pass!" ...hahaha.... Adorei! XD

    Grande abraço!

    http://neowellblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  36. bacana demais!
    muito informativo!
    perdao pela demoria no comentario, pois caiu a internet aqui!
    haha
    favorito já!
    abs ;]

    ResponderExcluir
  37. gostei de ler a continuação da historia de Marianna.. vc têm uma escrita muito suave qye parecio bastante...passagem pra Machu Pichu?
    se naum fosse o ibama eu ia mar explorar o lugar afinal adoro mitologia e aventura [:

    se quiser passar no meu e ler algo sobre mitologia: http://inversopoemas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  38. curti o texto, virei fã de São tomé!

    ResponderExcluir
  39. Pra chegar a Machu Pichuu era só ter dobrado á esquerda em vez da direita, ter resolvido o Pluze e matar o Tiranossauro rex... pelo menos foi assim que eu consegui...no Tom Raider.. acho...não sei mais...

    ResponderExcluir
  40. nossa, sua história me surpreendeu, eu pensava ki a turma ki tinha chamado ela para passear era um grupo de bandidos... mto interessante sua história!



    \ tô aki retribuindo comentário, mto obrigada!



    http://diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com
    sigo quem me segue e retribuo comentários

    ResponderExcluir
  41. Garota de várias faces...

    Seu pensamento é normal, já que estamos cercados de violência por todos os lados...

    Mas Marianna sempre deu muita sorte...

    ResponderExcluir
  42. Fiquei encantada... pelo texto, pela cachoeira, pela gruta.
    Bela forma de escrever e nos prender em sua leitura. Parabéns
    cheiro

    ResponderExcluir
  43. MUITO BOA TUA ESTÓRIA, GOSTEI DO TEU BLOG, PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  44. Lindo de mais o lugar *-*

    www.nadapago.com

    ResponderExcluir
  45. Adorei o conto. Amo viagens, cachoeiras, lendas antigas. Muito bom mesmo! Parabéns!

    Com Amor,
    Amanda.
    http://amanndag.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  46. Uma mãe homossexual e amigos nada convencionais. Definitivamente essa Marianna é uma figura excepcional! rs...

    ResponderExcluir
  47. São Tomé é tão lindo. Mas eu nunca fui pra lá escutando Bob Dylan. Se for, vou lembrar desse post, pode ter certeza!

    http://futebol-emfoco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  48. Adorei como vc usou este ar místico da cidade para contextualizar o momento da Marianna...
    Muito bom!
    ...

    Ahh... Muito bom citar o meu amado Bob Dylan ali ... excelente música.


    ;D

    ResponderExcluir
  49. adoreiii o conto
    parabeens !

    http://thaa03.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  50. marianna e as musicas... agora bob dylan!!!!
    chegou em machu picchu e nem nos falou né??

    http://filosofossuicidas.blogspot.com/
    http://morethanrose.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  51. Gostei do post. Fiquei com vontade de conhecer São Tomé. =)

    http://boomnaweb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  52. Fiquei com vontade de conhecer São José das Letras. O mais longe que viagei foi para Florianópolis.
    Gostei muito do seu texto. Parabéns.
    Beijoo

    ResponderExcluir
  53. ual sohw
    me deu boas ideias

    http://www.leandrodemorais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. mto perfeito o post,sao lugares mto bonitos

    ResponderExcluir
  55. Parabéns pelo post e pelo blog.
    Até me inspirou. ((:

    ResponderExcluir
  56. Legal Mesmo
    Eu COMENTEI, COMENTA De VOLTA
    SEGUINDO, SEGUE De VOLTA
    http://downloadtudomaster.blogspot.com/
    DOWNLOAD TUDO MASTER

    ResponderExcluir
  57. Sempre resta uma esperança verde.

    Mas a liberdade é azul, amiga.

    Bj!

    F.

    ResponderExcluir
  58. O lugar é mágico!
    Lugar novo, gente nova chegando... É mudança, acontecimento! Como se toda a história passasse por uma reciclagem, um novo ciclo que se estabelece de forma mais leve.
    Excelente, Bia!

    ResponderExcluir
  59. Ótimo o conto, e mais, cheguei hoje de São Tomé das Letras[02/01/2012], fiquei em uma pousada no centro mas a maior parte dele fiquei no Camping do Delei, que é meu amigo de São Paulo mas mora lá a uns 13 anos mais ou menos.

    ResponderExcluir
  60. Ótimo o conto, e mais, cheguei hoje de São Tomé das Letras[02/01/2012], fiquei em uma pousada no centro mas a maior parte dele fiquei no Camping do Delei, que é meu amigo de São Paulo mas mora lá a uns 13 anos mais ou menos.

    ResponderExcluir
  61. Beto Mineiro, isso não é simplesmente um conto. A história é real...
    Como estava São Thomé? Muita Chuva?

    ResponderExcluir