Total de visualizações de página

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Uma nova etapa

O fato de ter sido classificada no concurso, dentro das vagas disponíveis, não era uma garantia de emprego imediato. Assim para não ficar parada Marianna, conseguiu uma vaga para trabalhar no comércio. O local: uma loja de peças para eletrodomésticos. Lá Marianna trabalhava de segunda a sábado, ficando exausta para ir na Feirinha quinta e pro Rock na sexta-feira. Para chegar ao trabalho, Marianna pegava um ônibus às sete horas da manhã.


Como pegava o mesmo ônibus, todos os dias no mesmo horário, Marianna passou a reparar nas pessoas que estavam no ônibus. Marianna conhecia todos os passageiros de vista, pois morava nesse bairro há oito anos.

A única exceção era um rapaz cabeludo, que Marianna não sabia onde morava. O rapaz era moreno, cabelos castanhos lisos e longos, parecia um descendente de índio. Todos os dias de manhã, Marianna aguardava ansiosa à hora de ver o desconhecido. Demorou mais de um mês para que ela tomasse coragem de puxar assunto. Enfim descobriu que o rapaz morava em outro bairro e andava mais de sete quarteirões para pegar o ônibus. Seu nome era Paulo, morava com a avó paterna e trabalhava em uma empresa de logística. Era o filho mais velho de sete irmãos. Assim como Marianna, os pais de Paulo eram separados. Os dois conversavam todos os dias durante a viagem e quando Marianna se assustava já estava na hora de descer. Pouco tempo depois, no mês de outubro do ano de 1998, os jovens começaram a namorar.

A primeira vez dos dois foi um desastre. Não que Paulo fosse virgem: ele era um desastrado, isso sim. Marianna foi obrigada a ensiná-lo tudo o que tinha aprendido, na prática e nos livros de Sidney Sheldon. Marianna apesar de ser mais nova, era muito mais experiente em termos de sexo. 


Marianna conversava muito com sua amiga Charlotte, que sempre foi uma eterna confidente:

- Charlotte, eu e o Paulo estamos querendo casar. Falou Marianna.

- Você está grávida? Perguntou Charlotte.

- Não. Não estou grávida, eu me cuido.

- Mas você conheceu esse cara num ônibus Marianna, é muita loucura!

- Eu vi uma pesquisa na TV, que 45% das pessoas se conhecem dentro do círculo de amizades,  30% na noite, 20% no local de trabalho e 5% se conhecem ao acaso. Eu e o Paulo estamos dentro desses 5%. Que mal pode haver? 

- Mas Marianna, vocês estão juntos há apenas seis meses e você tem só 20 anos. E você gosta dele tanto assim?

- Existem casais que se namoram dez anos e se casam e não dá certo. Eu gosto dele.

- Mas será que é amor? 

Em março de 1999, apesar dos apelos dos pais, seis meses depois do início do namoro, Marianna casou-se com Paulo. Casaram-se no civil e no religioso. A cerimônia foi simples. Charlotte e Natasha foram madrinhas. Danilo também foi ao casamento. Quem não foi de jeito nenhum foram os Betos, que não entravam dentro de igreja. Não houve festa nem lua-de-mel. Mas o casamento para Marianna, não representaria um "Final Feliz", pouco tempo depois ela iria descobrir que "o príncipe viraria um chato". Como cantava Cássia Eller, na música "Malandragem" de autoria do Cazuza e do Frejat.


51 comentários:

  1. Ish, o principe virou um sapo...ops chato! hahaha! -.-"

    ResponderExcluir
  2. parabens, mt bom seu blog
    http://www.bigodefedido.com/

    ResponderExcluir
  3. Querendo ver a continuação da história :)

    ResponderExcluir
  4. Paixonite por cabeludos, hein... eita!!

    ResponderExcluir
  5. Não esperava vendo ela casar!!
    De impulso dificilmente funciona, neh?!

    ;P

    ResponderExcluir
  6. Blog bem confortavel e bonito!! PArabéns!!
    segue ai!! Ja estou te seguindo.

    www.sabrinnagomes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. hehe... tive que rir com a piada sobre Sidney Sheldon!
    AHSuasa
    abraços

    www.aliradeorfeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Mas não é piada, é sério...Vai me dizer que você nunca leu Sidney Sheldon, o cara dá altas dicas...

    ResponderExcluir
  9. parabéns pelo blog.

    http://manuscritoperdido.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ba, adorei a história, de tipo que atrai nossa atenção, querendo ver a continuidade, o desenrolar dessaa história. Nem fala em Cássia Eller, deixou muita saudade. Rs

    ResponderExcluir
  11. Se blog é demais, ja tinha vindo outras vezes aqui,... sinto ao ler seus relatos que nao se tratam somente de relatos, de historias contadas em verso e prosa, a sensaçao é que se trata de fatos vividos, sofridos e vencidos... Parabéns

    ResponderExcluir
  12. Gisuis! a história tava indo tão bem e o final feliz já escorreu pelo ralo. principe é sempre chato, nunca falha.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, casou cedo demais a moça, com 20 anos e também só com 6 meses de namoro. Seguindo aqui

    ResponderExcluir
  14. Gostei do blog. mt massa

    www.mayanapin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Como eu sempre digo: sempre escute seus pais!

    www.evilwill.com.br

    ResponderExcluir
  16. ééé
    Nao é facil nao!
    Muuito bom o blog!
    parabens

    ResponderExcluir
  17. Muito bom esse pots
    Sempre em frente!!!!
    XD

    ResponderExcluir
  18. muito legal o texto parabéns...

    vhmendes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. mariana arriscou. Como ela disse, tanta gente fica tanto tempo juntas, depois de anos casam-se e só então vao descobrir que o principe ou princesa, não era tão encantado assim. Um relacionamento nunca é feito de um só. Cabe a ambos mudar o que incomoda e ajustar-se um ao outro. Enxergar o outro como outro ajuda. rsrs
    Tomara que pelo menos ela tenha sido feliz.
    ^^
    __

    http://coracaoonline.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Coitada da Marianna, mas o texto é bem legal!!!

    http://duo-postal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Passei aqui para fazer uma visita.
    Visite o meu blog também!
    O link está em meu perfil.
    Visito todos que me visitam,
    é só me visitar e deixar um link
    em comentários.

    ResponderExcluir
  22. Aguardemos agora as cenas dos proximos capitulos. Um super e grande abraço pra você.

    ResponderExcluir
  23. Aiin q historia'
    adorei seu blogger seguindo'
    expectativa alta pros proximos post's
    parabens :)

    ResponderExcluir
  24. Aqui ta da hora
    gostei muito daqui
    Gostei muito do Texto
    abraçooOo

    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Fico até sem ter o que dizer
    O seu post ficou espetacular
    E o seu blog está ótimo
    Continue nessa linha
    Sucesso
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. BOM BLOG!
    VISITA O MEU AE E APROVEITA E FAZ UM COMENTÁRIO TBM
    http://zoeirasanimada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Poxa, muito bom o post!
    realmente um texto muito envolvente

    ResponderExcluir
  28. Texto muito bom, mesmo
    _
    http://lollyoliver.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  29. casar com 20 anos? não. não! e ainda por cima, ela ter que ensinar tudo na cama? NÃO!
    nao tem como ter um final feliz ;/
    adorei o blog, beijaoo!

    ResponderExcluir
  30. Noooooooo, amei !
    e me identifiquei demais na parte de falar com um desconhecido no onibus e gostar dele eu fiz e nao deu certo kkkkkkkkkkk!
    mas casa nova assim!enssinar tudo, nao ter final feliz e descobri q o principe na verdade e sapo , pura realidade *-*

    ResponderExcluir
  31. totubear é natural do ser humano

    ainda mais nas grandes decisoes, como no caso do casamento

    bom post

    http://filosofossuicidas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. nem tudo é como a gente pensa...essa e realidade...mas pelo menos ela tentou...mas vale fazer do que pensar em fazer...

    ResponderExcluir
  33. gostei do seu blog! (: mtu legal.. Tenso isso do principe virar sapo ):

    ResponderExcluir
  34. Fico encantada com a forma que você escreve.
    Uma leitura que prende do início ao fim.

    ResponderExcluir
  35. Eu posso te falr uma coisa com sinceridade?
    Detalhe mais os seus textos, tipo coisas que nos façam enxergar os personagens, tipo caras e bocas que eles faziam quando conversavam, a roupa que usavam, como estava a igreja, como era o sentimento entre eles e o que virou depois. Eu achei a sua narrativa muito superficial. Me perdoe se vc não gostou do toque, mas pelo menos eu lí o seu texto para falar algo que realmente acho.

    ResponderExcluir
  36. NOSSA!
    muito bom, esta salvo em meus favoritos : )

    ResponderExcluir
  37. André não acho ruim seu comentário, isso prova que você realmente leu. Este post...

    Mas a superficialidade da descrição é proposital, já que o casamento para Marianna, foi uma coisa bem traumática...

    Aguarde as cenas dos próximos capítulos...

    ResponderExcluir
  38. Aliás, como sempre acontece! Como diria meu professor: se você quer deixar de amar uma pessoa, case-se com ela! rs.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  39. kkkkkk a não vejo nada contra casar com 20 anos kkkk meu irmão caso e é feliz até hoje, eu prentendo casar com essa idade tbm kkkkk
    belo post

    abraços

    ResponderExcluir
  40. AH, imagina um final feliz, porque diferentemente de outros casais eles ousaram, muito bem escrito parabéns.

    ResponderExcluir
  41. Taí! Esse casamento assim tão repentino eu não esperava... Seguindo pro capítulo seguinte agora.

    ResponderExcluir
  42. E ela iria sofrer nas mãos de Paulo como o post acima mostrou hehehehehehhe

    ResponderExcluir
  43. Adorei!!! Logo lerei os outros posts. Abraçoss

    http://analisedecena.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  44. HAHAHAHA , o trecho que me chamou atenção foi o fato de Marianna ler Sidney Sheldon , HAHAH !! de fato..

    ResponderExcluir
  45. Sidney Sheldon é muito bom...Mariana leu um livro dele de mais de 300 páginas em apenas dois dias...

    ResponderExcluir
  46. Essa coisa de 'casamento dar certo' é algo tão relativo... meus pais namoraram 6 meses e estão casados há 19 anos...
    Mas parece que a atitude da Mari foi impulsiva de mais.
    E espero que essa história não tenha fim... vai ser muito triste ver o fim dessa história tão legal.
    E que bom que fiquei meseeees sem ler, porque agora tenho muita coisa pra ler! Adoro esse blog.

    ResponderExcluir