Total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Traição

Já passava das dezoito horas quando finalmente Marianna desceu do ônibus leve e feliz. Em sua cabeça via pela milésima vez um filme dos últimos acontecimentos: O bar Alternativo, a casa das amigas, a caminhada e o beijo em Carlinhos, o rock na casa de Beto. Mas um dia ela teria que voltar para o mundo real e faltavam apenas poucos instantes para isso. Absorvida em seus pensamentos não percebeu que alguém a observava preocupada e atenta a todos os seus movimentos.


- Finalmente você chegou! Falou Regina sua irmã, assustada e branca como um papel.

- Nossa, mas eu liguei para dizer que estava bem e que logo voltava para casa. Respondeu Marianna.

- Mas você ligou cedo, falando que já estava a caminho.

- Mas eu mudei de ideia. Eu fui para a casa do Beto 'Branco'.

- E o Carlinhos estava com você?

- Como é que você sabe?

- Assim que você desligou a namorada do Carlinhos, a Cida ligou. Aliás ela ligou de hora em hora te procurando. Ela cismou que você estava apresentando umas meninas para ele e insinuou mais: ela disse que você está interessada nele. Você não ficou com ele, não é mesmo Marianna?

- E se eu tiver ficado Regina, qual o problema? Eu não tenho compromisso com ninguém. Foi ele quem traiu ela.

- O problema é que você conhece a mãe que nós temos. Como ela é agitada e nervosa. Eu estou te esperando aqui, porque ela pediu. Ela ficou com medo da Cida ficar te esperando e te pegar.

- "Cão que ladra não morde". Quem é ela para me pegar. Pode deixar que da Cida eu cuido.

Afinal, pensou Marianna, o que é traição? Trair é tão relativo, porque ninguém é dono de ninguém. Muitas pessoas acham que quando estão em um relacionamento, são donas do outro. Marianna pensou isso quando namorava e foi o fim. Quando ficamos com alguém apenas por comodismo, ou vaidade, ou por falta de expectativa, ou porque a sociedade quer, estamos traindo a nós mesmos. Porque deixamos de ver além do nosso 'mundinho'. Porque deixamos de ouvir nossos desejos. E já dizia Renato Russo: "Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira."


As irmãs finalmente chegaram em casa e foram logo recebidas pela mãe:

- Eu sinceramente não sei o que eu faço com você Marianna! Despejou a mãe.

- A Regina me contou tudo, pode deixar que eu resolvo isso agora. Respondeu Marianna.

- É bom mesmo. Respondeu a mãe.

Marianna pegou o telefone e ligou para casa de Cida. O telefone tocou três vezes antes dela atender.

- Alô. Falou Cida.

- Oi Cida, soube que você estava me procurando. Falou Marianna.

Cida falou novamente a mesma ladainha que Marianna já tinha ouvido da boca de Carlinhos e de sua irmã. Do outro lado da linha Cida falava sem parar um monte de palavras de baixo calão e ameaçava Marianna. Depois de ouvir em silêncio, por mais de dez minutos, tudo o que Cida tinha para dizer, Marianna finalmente falou:

- Pronto, agora que você falou tudo, sou eu quem falo. Imagine se eu ligo, de meia em meia hora, para sua casa e seu pai atende? Eu não o conheço, mas sei que ele é um senhor de idade e tem problema de coração. Agora Cida, me admira você, que conhece a minha mãe, porque você já esteve aqui em casa e sabe como é complicado meu relacionamento com ela, ficar fazendo um papel desses! Deixe a minha família fora disso. Liga para o Carlinhos e resolva tudo com ele. Porque ele é seu namorado, pergunte o que você quiser para ele, pois é ele quem te deve satisfação, não eu. Ou então eu vou até aí e converso com você na frente do seu velho e acho que ele não vai gostar nada disso. 

A Cida que falou em seguida, respondeu com a voz trêmula e mansa. Marianna acertou em cheio no ponto fraco dela.

- Nossa Marianna, não precisa ficar nervosa, pode deixar que eu ligo pro Carlinhos. Eu liguei para a casa dele o dia todo e ele também não estava em casa, pensei que ele estivesse com você.

- Você ainda não me viu nervosa e nem queira ver. Tchau Cida. Respondeu Marianna, desligando o telefone. 






51 comentários:

  1. Há tempos não lia um conto tão bem escrito.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Grande Renato R. "mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira... verdade pura.....

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito interessada em saber a respeito de seu relacionamento com sua mãe.... outra coisa: só agora que fui prestar atenção na frase "se eu te contar a minha vida você chora".... tem muita tristeza guardada aí, né.... ressentimentos... gostei!

    Bjão, adorei o post!

    Sexy Mouth X.,

    http://francorebel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. dá-lhe marianna!!! colocou cidinha no devido lugar.
    que mulher mais inconveniente.

    ResponderExcluir
  5. Odeio mentiras!!!! rsss
    Bom o post!!!

    Bjao

    ResponderExcluir
  6. Mais um belo texto, mais uma bela história. Uma história é medida pelo fato de mexer com agente ou não. Essa mexe.

    ResponderExcluir
  7. iih essas coisas acontecem o tempo todo, não gosto de pessoas que traem...

    ResponderExcluir
  8. E lá vem história... Cada capítulo sempre muito bem amarrado ao anterior e deixando a curiosidade presa ao seguinte. Acho que a mão da Mariana ainda vai surpreender em algum momento!

    Boa parte das pessoas que comentaram aqui em cima nem sabem do que se trata... Elas é que perdem, nós sabemos disso.

    ResponderExcluir
  9. Eis uma bela escritora.

    Olá, estou perdido no enredo, mas tu é boa !
    "Marianna" com dois n's para dar mais destaque à personagem principal ? hehe

    ResponderExcluir
  10. Adorei o seu blog, continue postando que eu irei estar acompanhando.
    Bjos
    Laura
    =)
    Aproveite e veja o meu blog tbm: http://blogdalaurabergo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Nossa ! Paraabéeens ! Quandoo mentiimos para nóos mesmoos, oo pesoo ée beem maioor ;
    Liindo bloog !

    http://luanasoouza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nossa que tenso ... Essa Marianna é bem ... (não sei que palavra posso colocar aqui) , conseguiu me deixar curiosa, quase tive pena da Cida.

    ResponderExcluir
  13. A muito tempo não leio um conto tão bacana!!!!
    Me prendeu do primeiro ao ultimo parágrafo.

    ResponderExcluir
  14. Mentira tem perna curta , esse ditado é certíssimo .
    Parabéns pelo post .

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre adoro suas histórias!

    beijos
    http://leticiabarcelos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Gostei da atitude de Marianna. Ela fez o que devia fazer, foi sincera e bem direta.

    ResponderExcluir
  17. Muito tenso, mas a reação da Cida era esperada; perfeito!

    ResponderExcluir
  18. Traição virou uma coisa banal, infelizmente a maioria das pessoas traem.

    ResponderExcluir
  19. belo txt,muito bem escrito,e traição hj ja é uma coisa vista por muitos como comum
    http://diariodealunos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Como a Cida é folgada e sem noção, gente! Marianna foi óóotima em sua atitude!

    ResponderExcluir
  21. Você escreve muito bem!
    Falando sobre a traição, eu acho uma coisa horrível!
    Parabéns pelo blog!
    Sucesso!

    Comente no meu blog também:
    http://enricows.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Oi. cada um tem sua própria forma de conceber esse assunto tão polêmico: a traição. Eu até concordo com a Mariana que quem mais deve satisfações a Cida é o carlinhos, namorado dela. Mas, em momento algum, esse fato isenta a Marianna de culpa, oras. Afinal de contas, se o Carlinhos errou, ela errou tambem. Errou menos, mas tambem errou, pois ela sabia muito bem que o tal Carlinhos tinha um relacionamento. Façamos uma analogia: imagine que alguem assaltou uma casa e outra ficou apenas na equina observando se alguem viria. Ora, quem cometeu crime maior foi quem entrou na casa para roubar. Mas o que apenas ficou na rua vigiando, em momento algum, pode ser isento de culpa, ainda que sua participação no crime tenha sido de menor potencial.Sendo assim, o Carlinhos só traiu porque a Marianna aceitou ficar com ele. Observe que a traição não teria ocorrido se não fosse ela..

    Tambem não gosto desse argumento: ninguem é de ninguem. Tá bom, isso até pode ter lá seu fundo de verdade. Mas, é, no mínimo, falta de respeito, dar em cima do namorado alheio. Ninguem é de ninguem, mas relacionamento são regidos por compromisso e lealdade. Para mim, quem se utiliza desse pobre argumento para faturar namorado alheio não tem respeito pelos outros.

    ResponderExcluir
  23. Rsrrs - Mariana está curtindo a vida a vontada, mas a traição relativa mesmo ah... sei lá... Bia gosto muito dos seus contos... Esperenado o resto da história...

    ResponderExcluir
  24. Não gostei do pensamento de Marianna em relação à traição... Rsrs. Ela ainda não definiu seus conceitos direito, e aliás, quem já definiu?

    ResponderExcluir
  25. Adorooooo essa vida agitada de Marianna!
    Ela parece tão real em minha cabeça, que chego a ouvir sua voz, as vezes até adivinho seus pensamento, e até entendo todas as atitudes que ela toma!
    Eu faria TUDO,exatamente TUDO o que ela fez nos últimos post's! (quem sabe até faria mais)
    Quanto a Cida, ahhh tenha santa paciência! Ninguém merece ter uma namorada ridiculamente ciumenta como ela, e o que ela fez com Marianna (já que eram amigas) não tem explicação! Botei muita fé na maneira que Marianna pois ela em seu lugar com o rabinho entre as pernas!

    (Bia, estou de volta! Perdoe-me por esses post's que passei ausente, senti muita falta de seus post's e da minha querida Marianna [Casaria com ela sem nem pensar duas vezes])

    ResponderExcluir
  26. Muito bom blog! Muito boa história! Muito boas imagens! Muito boa forma de escrever.. sempre com frases simples, curtas, mas dinâmicas...!

    Vou acompanhar sempre!

    Depois me leia também:
    http://lacatedraldasletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Olha, tem um selo pra você lá no nosso blog. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Que história ein, em dado momento fiquei pensando sobre algo que me incomoda muito, sabe, sobre como tem gente chata nesse mundo que sofre do mal do sub-entendido. As pessoas mal sabem da história, o que aconteceu e já vão tirando conclusões.

    ResponderExcluir
  29. Bia,
    Sinceramente não sei se estou delirando ou numa viagem psicodélica demais nesse domingo de sol.
    Mas não entendi o X da questão em si.
    Nessa, fiquei boiando mesmo.
    Bom domingo.

    ResponderExcluir
  30. não se preocupe a vida é uma caixinha de surpresas... deixe a vida te levar! acesse

    Site da NET | Portal de Novidades

    ResponderExcluir
  31. você que escreve?
    muito bom post!
    gostei msm
    ...
    concordo com o mlk de /\!
    acesse
    http://piadasemcheio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Todos nós erramos,e de alguma maneira traímos,seja real ou em pensamento.Traição é um assunto muito complexo e vasto.Bacana o texto,querida
    No seu rastro,sempre,mesmo que às vezes em silêncio...ou melhor,sem comentar...rsrs
    Bjkas e ótima semana

    ResponderExcluir
  33. Putz, traição é terrível, mas creio que o perdão possa existir até neste momento! Abraços.

    ResponderExcluir
  34. Senti que estava lendo um capítulo de um livro!
    *---*
    Mas traição pra mim não há perdão...

    ResponderExcluir
  35. Mas é um livro...Seria melhor ler do começo...

    ResponderExcluir
  36. Uau -
    Essa Marianna também, heim! hahaha!

    Muito legal !!
    Abraço! ;)

    ResponderExcluir
  37. Muuito bom esse texto, é impressionante como você escreve bem...

    Parabéns viu...

    Um beijo

    ResponderExcluir
  38. Como li o capítulo a frente deste antes... entendi o ritmo e com o montou a base neste aqui para as mudanças e revelações do outro...

    Muito bom!

    ;D

    ResponderExcluir
  39. Adorei mais um belo capitulo!
    Traição, espero nunca acontecer comigo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  40. adorei, muito legal a escrita, a história.. ótimo blog!

    segue? http://freeto-fly.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  41. e agora é quse sem querer q ela ouve!!!

    story line interessantisssima!!

    http://filosofossuicidas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  42. legal esse capítulo,acho que traição um dia já veio ou quem sabe virá!!Bjoss

    ResponderExcluir
  43. "Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira." realmente, essa é a pior mentira. Mentir pra si mesmo é pior que qualquer outro tipo de mentira. Odeio traições, não existe explicação pra traição.

    http://onlydays1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  44. comentando de novo no mesmo posts rs.
    Adorei seu blog, só um tanto complicado... mas gostei. Como já havia dito, odeio traições. O melhor jeito de lhe dar com isso, é ignorando. Até porque : "os fracos se vingam, os fortes perdoam, e os superiores ignoram!!"

    ResponderExcluir